Dengue: especialista orienta sobre sintomas e prevenção da doença

O calor, a umidade alta e os dias chuvosos são ideais para a proliferação do mosquitoAedes aegypti, transmissor da dengue e outras doenças. O Brasil registrou quase 160 mil casos dedengue entre janeiro e fevereiro de 2023, segundo o Ministério da Saúde, um aumento de 46% em relação ao mesmo período de 2022, se recomenda atenção aos sintomas para não ser confundido com os da Covid-19.

As reações no organismo podem ser confundidas, e é preciso atenção para distingui-las. A coordenadora do curso deEnfermagem da Faculdade Anhanguera, Andressa Telles Borges, diz que a febre é o principal motivo da ‘confusão’, pois ela é comum nas doenças citadas.

“A dengue pode causar sintomas como febre alta, dores musculares, dores de cabeça, erupções cutâneas e fadiga. É essencial educar as pessoas sobre o tema, de forma que se sintam incentivadas a procurar assistência médica imediata a partir do momento em que apresentarem os sintomas, adotando medidas preventivas, garantindo o diagnóstico e tratamento da doença adequado”, afirma Andressa.

A docente acrescenta que é importante observar os sinais respiratórios e gripais. “A dor de garganta, congestão nasal, tosse seca, coriza etc., são comuns na Covid-19, mas isso não é frequente nas arboviroses”, explica. A orientação é para que, ao apresentar sintomas, o indivíduo procure um pronto-atendimento o mais rápido possível. A especialista reforça que diante de diversas epidemias ao mesmo tempo no país, é importante para o diagnóstico a realização de exames laboratoriais específicos para o tratamento adequado.

Veja algumas dicas para evitar a proliferação do mosquito: 

Elimine água parada: Verificar se não há nenhum objeto que possa acumular água, como pneus, garrafas, latas, baldes, entre outros, além de manter as calhas limpas e sem obstruções e verificando se não há vazamentos de água.

Instale telas de proteção: Instale telas nas janelas e portas para impedir a entrada do mosquito da dengue em sua casa.

Mantenha a piscina limpa: A piscina é um local comum para o acúmulo de água parada. Certifique-se de manter a água limpa e tratada com produtos químicos adequados.

Cooperar com as campanhas de prevenção: Participar de campanhas de prevenção promovidas pelo governo e por organizações locais é uma forma de ajudar a prevenir a proliferação do mosquito da dengue em sua comunidade.

 

Netinhonews/Redação

Fonte: Site/Noticias ao minuto



Quer saber tudo
o que está acontecendo?

Receba todas as notícias do NetinhoNews no seu WhatsApp.

Entre em nosso grupo e fique bem informado.

ENTRAR NO GRUPO
Publicado em 17 de novembro de 2023



Comentários