PC/Alcobaça: Polícia Civil indicia 07 envolvidos em crime de homicídio e tentativa de homicídio; duas vítimas foram mortas e uma baleada na ação criminosa

A Polícia Civil do município de Alcobaça, liderada pelo delegado titular, Dr. Maderson Souza, concluiu inquérito policial que investigou ação criminosa de um determinado grupo, que se denomina como “Gangue de Gão”, por ter como líder o criminoso conhecido pelo seu vulgo de (Gão), que teriam matado duas pessoas e deixado outra baleada, em evento que acontecia no Bairro Paraíso Verde, naquela cidade, na noite do dia 16/07/2023, em via pública. Que durante as investigações foi apurado que, os 07 criminosos envolvidos na ação criminosa, teriam ido na referida localidade para poder matar a pessoa de “Marlison Muniz de Souza”, vulgo “Gordo”, em decorrência da disputa por território e pontos de drogas no Bairro Bugia, localidade essa, que tem um intensa movimentação de comercialização de drogas naquela cidade.

Porém os criminosos confundiram a pessoa de Lucas Pereira Dursulina, na época com 29 anos, com a pessoa do desafeto (Marlison Muniz), vindo efetuar vários disparos de arma de fogo, ao meio da multidão que participava da festa pública, além de atingirem o adolescente, Vinícius Luiz Santana, na ocasião tinha 16 anos apenas, no qual, essas duas vítimas foram atingidas, e morreram no local. Já uma terceira vítima, identificada como, Werner de Queiroz Alcântara, 28 anos, foi baleado e socorrido para unidade Hospitalar daquela cidade, que sobreviveu ao ataque criminoso.

Durante as investigações da apuração dos fatos ocorridos, foi possível através de testemunhas e outros dispositivos mais, a identificação dos 07 suspeitos que teriam cometido tal ação criminosa, no qual, 03 deles, inclusive o líder do grupo “Gão”, estão presos no Presidio (Professor Jacy de Assis), na cidade de Uberlândia, no Estado de Minas Gerais, após uma ação das Forças Policiais Mineira e parceria com as Forças Baianas, que em troca de informações foi possível prendê-los, bem como, um adolescente menor de 18 anos, que está cumprindo medida socioeducativas de internação, em casa de restrição de liberdade, que foi solicitado pela a autoridade policial à Justiça, com o deferimento do Ministério Público Estadual. Um dos suspeitos que estaria foragido, identificado como, Roniel Oliveira da Conceição, vulgo de “Índio”, morreu em ação da Polícia Militar durante um Auto de Resistência no Bairro Farol, na referida cidade de Alcobaça, no último dia 07/05/2024.

A Polícia Civil pediu ainda a prisão de um outro envolvido, que está nos autos do inquérito policial, mas que não teve o seu nome divulgado para não atrapalharem as investigações do seu paradeiro, no qual, mais cedo ou mais tarde, o mesmo será preso também. O inquérito policial que já foi concluído e remetido para a Comarca Plena do município do Prado, que responde também pelo município de Alcobaça, no qual, os três indiciados se encontram presos em Minas Gerais, estão à disposição da Justiça da referida Comarca.

 

 

 

 

 

Netinhonews/Cloves Neto



Quer saber tudo
o que está acontecendo?

Receba todas as notícias do NetinhoNews no seu WhatsApp.

Entre em nosso grupo e fique bem informado.

ENTRAR NO GRUPO
Publicado em 16 de maio de 2024



Comentários