Teixeira: Morador de rua morre dentro da ambulância do SAMU após ser agredido: Um dos suspeito é identificado e preso em flagrante pela Polícia Civil por homicídio

Um morador de rua segue sem identificação documental no IML de Teixeira de Freitas, ele foi a óbito na manhã desta quarta-feira, 03 de agosto, quando recebia atendimento por uma equipe do SAMU, dentro da ambulância a caminho do Hospital Municipal – HMTF. A Central do SAMU teria sido acionado por volta das 10h30 da manhã, por populares que informaram que uma pessoa estava muito machucada embaixo de um galpão, localizado na Avenida João Paulo ll, no bairro Jardim Planalto, que fica ao lado de uma residência e que o mesmo não tinha identificação, momento que foi deslocado uma equipe que realizou os primeiros atendimentos médico, porém foi observado que a pessoa teria sofrido agressões e estava com lesões pelo corpo e principalmente na cabeça, os profissionais de saúde tentaram reanima-lo ainda durante o deslocamento para o HMTF, mas o paciente não resistiu e foi a óbito antes de chegar na unidade hospitalar.

Local Que o Morador de Rua Foi Resgatado Pelo SAMU

O seu patrão estaria no estabelecimento comercial do seu genitor, que fica próximo à residência da mesma, que ao receber a ligação da sua funcionária pedindo ajuda de forma desesperada e angustiante,  o mesmo se prontificou a estar indo até a residência da mesma para ajudá-la, momento que alguns clientes que estavam no estabelecimento também tomaram conhecimento do fato e se manifestaram a irem juntos, e ao chegarem no local se depararam com o acusado (Negão), no quintal da residência em frente a porta da casa que estaria tentando arrombar, momento que aconteceu uma briga envolvendo todos com o acusado. Quando dois dos envolvidos teriam pegado uma enxada cada um deles, que estava no quintal, e deferindo alguns golpes no morador de rua que caiu ao chão.

Saulo Almeida Santos – Suspeito de ter participado das agressões

Os investigadores, mediante as declarações da proprietária do imóvel, foram até a casa do seu patrão, que foi identificado como Saulo Almeida Santos, 19 anos, onde se fazia presente, e que   não tinha conhecimento ainda do falecimento do morador de rua (Negão), sendo convidado pelos policiais a estarem indo na delegacia junto com a sua funcionária para maiores esclarecimentos. Não demostrando nenhuma resistência, ele foi conduzido, e ao chegarem e apresentar o caso para o delegado, Dr. Gilmar, que pegou o depoimento da proprietária da residência e do conduzido, que descreveram em seus depoimentos, os fatos acima relatados, porém o Saulo, disse que não teria participado das agressões com as enxadas para com a acusado “Negão” e que não saberia dizer quem seria as outras pessoas envolvidas na briga, relatando que eles estariam no bar do seu pai, e que foram com ele até ao local para ajudar a sua funcionária que na ligação demostrava um grande desespero, pois um homem estaria tentando arrombar a porta da sua casa, e que ela estava com medo que o pior acontecesse com ela.

Enxadas Usadas na Agressão

O delegado, mediante aos fatos confirmados, deu voz de prisão ao Saulo, pela acusação de participação no homicídio do então “Edmilson de Tal” (Negão), que segue sem identificação documental no IML. O delegado, Dr. Gilmar de Meireles, disse que as investigações irão continuar na tentativa de identificar os outros três participantes da agressão seguida de morte do morador de rua acusado de tentativa de arrombamento.

 

Reproter: Cloves Neto



Quer saber tudo
o que está acontecendo?

Receba todas as notícias do NetinhoNews no seu WhatsApp.

Entre em nosso grupo e fique bem informado.

ENTRAR NO GRUPO
Publicado em 04 de agosto de 2022



Comentários