Teixeira: Homem com vasta ficha criminal é executado em via pública no bairro Castelinho; companheira e filho recém-nascido são poupados pelos criminosos

Na noite desta sexta-feira, 14 de outubro, homem identificado como Flávio Souza de Amaral, vulgo “Flávinho”, 26 anos, foi executado com vários disparos de arma de fogo em via pública no bairro Castelinho, na travessa das Ruas Paulo Afonso, com Rua Amélia, quando dois homens chegaram em uma motocicleta, abordaram a vítima, que estava em uma bicicleta, levando sua companheira que estava com o seu filho recém-nascido no colo, momento que os criminosos mandaram ela descer e ir embora com a criança. Em seguida o garupa da motocicleta que já estaria com uma arma em punho, atirou por várias vezes na vítima (Flávinho) que foi atingido com pelo menos 3 tiros na região do rosto , e outros três no braço direito, vindo a cair sobre a bicicleta, indo a óbito no local.


A Central do CICOM/190 foi comunicada, sendo deslocado 2 viaturas para o referido local, que após confirmar os fatos, foi comunicado ao delegado e plantão, Dr. Charlton Bortolini, que esteve no local, juntamente com o investigador Águia, e uma equipe do Departamento de Polícia Técnica – DPT, composta pelos peritos, Flávio Sampaio, e Everton dos Anjos, para realização do levantamento cadavérico e pericia de local do crime. Que segundo moradores e populares, disseram para os policiais tanto para os PM’s, quanto para a equipe da Polícia Civil, que apenas escutaram os estampidos dos tiros, mas que ninguém viu nada, ninguém sabe de nada, como sempre a “Lei do Silêncio” impera nessas regiões de crimes por medo de represarias dos criminosos.


Os peritos encontraram apenas 3 estojos da arma que foi utilizada para cometer o crime, sendo uma pistola de calibre .380, e confirmaram os números de perfurações como sendo as seis acima citadas. Após os trabalhos, o corpo foi removido para o IML, pelo o Agente Público, Milton Cândido, onde irá passar por necropsia neste sábado (15), sendo liberado posteriormente para os familiares. O inquérito policial será encaminhado para o delegado titular, Dr. Marcos Ludovico, que deverá deixar a cargo da apuração o Núcleo de Combate aos Crimes de Homicídios – NCCH.


A vítima teria saído recentemente do Conjunto Penal – CPTF, onde cumpria pena por homicídio, tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo, tendo assim várias passagens pela polícia, pelos referidos crimes, no qual, ele seria réu confesso pelo crime de homicídio, e as outras prisões foram em estado de flagrante, incluísse ele gostava de ostentar arma de fogo, sendo pelo menos três prisões, com revólver, pistola e espingarda de calibre .12. Deste então ele estaria preso no Presidio, e que teria saído para cumprir pena no aberto, pelos crimes já julgados, por volta dos últimos 30 dias, período este que sua companheira teria dado a luz ao filho deles.

 

 

Netinhonews/Cloves Neto

 



Quer saber tudo
o que está acontecendo?

Receba todas as notícias do NetinhoNews no seu WhatsApp.

Entre em nosso grupo e fique bem informado.

ENTRAR NO GRUPO
Publicado em 15 de outubro de 2022



Comentários