Teixeira: Mulher aplica vários golpes do Pix em loja no Centro de Teixeira, e acaba sendo presa por estelionato o “Velho 171”

Policiais do Serviço de Inteligência – SI, da delegacia territorial de Teixeira de Freitas, comandados pelo delegado titular, Dr. Marcos Renato Ludovico, receberam informações na tarde desta quinta-feira, 04 de agosto, através do gerente e uma vendedora de uma loja de utensílios domésticos e variedades em utilitários, no qual aproximadamente em 10 dias, uma mulher identificada como, Luciana de Souza Garcia, vulgo “Lú”, 43 anos, estaria aplicado o golpe do “Pix” na mesma loja, no qual ela realizava as compras por um aplicativo de mensagem, e realizava o suposto pagamento pelo o aplicativo bancário (Pix), no qual, ela fazia um print do valor das compras, de forma que pegava o nome da empresa, valor da compra, e data, porém não era realizado a efetivação do pagamento. Somente após alguns dias, se perceberam que os valores supostamente pagos, não teriam entrado na conta da empresa, que ao fazerem uma triagem nos pagamentos, encontraram os valores somados, em 14 compras ultrapassariam o valor de 10 mil reais, justamente nos supostos pagamentos, que não eram efetivados pela referida pessoa acima identificada.

Quando no início da tarde desta quinta-feira, a mulher novamente fez contato com a empresa pelo aplicativo de mensagem, para fazer mais uma compra, momento que a funcionaria lhe tratou de forma natural, recebendo o seu pedido de compra, que em seguida foi feito contato com os Investigadores do Núcleo de Repressão aos Crimes Patrimoniais da Polícia Civil, que de imediato iniciou diligência, na tentativa de localizar a golpista, sendo localizado o endereço da mesma, situado na Avenida Presidente Getúlio Vargas, em frente ao Hospital Sobrasa, chegando no exato momento que o entregador dos produtos listado no seu pedido de compra, que ao confirmarem a identidade da acusada, foi lhe dado a voz de prisão pelo crime de estelionato, o velho termo conhecido como, 171 do código penal. Somente nesta compra, o valor seria próximo de 1 mil reais, no qual todo o material da atual compra, e os que foram encontrados no interior do imóvel, que teriam sido das outras compras anteriores, foram conduzidos para delegacia juntamente com acusada, que tinha de posse 15 cartões bancários.


O delegado de plantão, Dr. Ricardo Amaral, recebeu a ocorrência, e após realização das oitivas, flagranteou à acusada, Luciana de Souza, por estelionato, sendo que durante a sua oitiva no acompanhada pelo seu advogado, ela usou do seu direito de ficar em silêncio. Sendo conduzida para carceragem da 8ª COORPIN, onde segue à disposição da Justiça.


Segundo informação da própria estelionatária, ela disse, que responde por essa mesma tipificação criminal no Distrito Federal (Brasília). Os delegados da delegacia territorial de Teixeira de Freitas, chama atenção de todos comerciantes, bem como, toda população, pois os números de registro de ocorrências, de golpes com perdas, estão em números crescentes na cidade, que todos devem ficarem atentos para todos e quaisquer tipos de facilitações e propostas inerentes com a realidade de cada um.

Repórter: Cloves Neto



Quer saber tudo
o que está acontecendo?

Receba todas as notícias do NetinhoNews no seu WhatsApp.

Entre em nosso grupo e fique bem informado.

ENTRAR NO GRUPO
Publicado em 05 de agosto de 2022



Comentários