Teixeira: Policiais da CIPE/CAEMA prende Vice-Prefeito de Alcobaça por porte ilegal de arma de fogo, e embriaguez ao volante

Na noite deste sábado, 13 de agosto, policiais da CIPE/Mata Atlântica (CAEMA), abordaram um veículo modelo VW/Amarok, cor Branca, placa PJE 8J22, que estava realizando direção perigosa tipo “zigue-zague” ao meio da Avenida Presidente Getúlio Vargas, próximo a Rotatória da melancia, momento que os PMs deram sinal de parada para o condutor, que obedeceu parando o veículo. Ao ser abordado pelos policiais, o motorista se apresentou em visível estado de embriaguez, que ao ser questionado pelo estado dele ao volante, ele se identificou como sendo, Vice-Prefeito da cidade de Alcobaça, Paulo Duarte Barros, conhecido como “Seu Paulinho”, do partido PROS.

Os militares tentaram argumentar com ele sob o seu estado de alcoolemia ao volante, e que estava visível para todos verem, momento que o mesmo demostrou não concordar com abordagem policial, o que levou os PMs a fazerem uma busca no seu veículo, quando foram encontrados, um frasco de bebida vazio, e uma arma tipo revólver de marca Taurus, calibre .38, municiada com 5 cartuchos intactos, além do valor em espécie de R$ 1.221,00 (um mil e duzentos e vinte e um reais). Neste momento ele recebeu voz de prisão, sendo conduzido para realizar o exame de etilômetro (Bafômetro) no Posto 2 da PRF, onde ele se negou a fazer o exame, sendo conduzido posteriormente para delegacia territorial, onde foi apresentado para o delegado de plantão, Dr. Charlton Bortolini.


No qual o vice-prefeito “Seu Paulinho” na frente da nossa reportagem, ainda na recepção da unidade policial, disse por várias vezes que sua prisão era uma “Prisão Política”, tentando assim descaracteriza à ação policial. Que após o delegado ouvir os policiais e o apresentado na presença dos seus advogados, que também tentaram utilizar da mesma argumentação, porém o delegado, pontuado no depoimento dos PMs, e o estado que demostrava o conduzido, o flagranteou por porte ilegal de arma de fogo, e embriaguez ao volante.

Como os dois crimes somados as penas ultrapassam os 4 anos de reclusão, não cabendo assim, fiança por parte da autoridade policial, o Senhor Paulo Duarte foi conduzido para carceragem da 8ª COORPIN, onde se encontra à disposição da Justiça.



Quer saber tudo
o que está acontecendo?

Receba todas as notícias do NetinhoNews no seu WhatsApp.

Entre em nosso grupo e fique bem informado.

ENTRAR NO GRUPO
Publicado em 14 de agosto de 2022



Comentários