Aliados, seremos ou não seremos: MDB, PSD e União Brasil cobram ministérios para aderir à base de Lula

Em busca de uma maioria no Congresso Nacional, o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) negociar com MDB, PSD e União Brasil, que em troca, pediram participação dentro do governo com a indicação de nomes para compor ministérios. Esses partidos já tem nomes de possíveis indicados, para o espaço que podem ter na Esplanada a partir de janeiro. As informações são da Folha de S.Paulo.

O presidente eleito ainda irá montar a nova formação de ministérios com base na governabilidade e não há garantia que todos os pleitos dos aliados de centro serão atendidos por falta de espaço no primeiro escalão. Lula ainda não anunciou nenhum futuro ministro do seu governo.

O MDB de Simone Tebet pretende indicar um deputado e um senador, além da própria Tebet, que é cotada para o Meio Ambiente ou Desenvolvimento Social. Na vaga de deputado, José Priante (PA) e Isnaldo Bulhões Jr (AL), que é líder da bancada na Casa, são os favoritos para serem indicados numa possível cota da sigla. Já no Senado, Eduardo Braga (AM) tem interesse em ter um ministério, mas irá concorrer com Renan Filho (AL), recém-eleito e filho do influente Renan Calheiros (AL).

O PSD que ter pelo menos dois ministros. A ideia é que um nome seja indicado pela bancada do partido na Câmara e outro pelos senadores da sigla. Os nomes mais cotados dentro das bancadas atualmente são o deputado Pedro Paulo (PSD-RJ) e o senador Carlos Fávaro (PSD-MT), cotado para a Agricultura.

Já o União Brasil, que tem a maior bancada dentre os partidos que convesam com Lula, tem interesse por dois ministérios. As conversas estão sendo feitas com o líder na Câmara, Elmar Nascimento (BA), e o líder no Senado, Davi Alcolumbre (AP). No entanto, é certo que parte do partido não deve aderir ao governo.

 

 

Netinhonews

Fonte: Site/A Tarde – Bahia



Quer saber tudo
o que está acontecendo?

Receba todas as notícias do NetinhoNews no seu WhatsApp.

Entre em nosso grupo e fique bem informado.

ENTRAR NO GRUPO
Publicado em 01 de dezembro de 2022



Comentários